• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4220)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3483)

domingo, 13 de dezembro de 2015

Bloggers regressam ao Restaurante Tendinha para mais um Jantar de grandes vinhos (Ago/2015)


No passado dia 13/08/2015 no Restaurante Tendinha em Mem Martins, teve lugar mais um Jantar de grandes vinhos, onde se juntaram alguns Bloggers de Vinho.

Durante o jantar e respectiva Prova de Vinhos estiveram presentes os Bloggers :
- Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos)
- Rui Lourenço Pereira (Blog Art meets Bacchus)
- Carlos Janeiro (Blog Comer, Beber e Lazer)
- Francisco Damião de Brito (Blog Vinho do Porto Vintage).

O Evento realizou-se com a apresentação e degustação dos vários vinhos que cada um teve a oportunidade de trazer consigo.



Vinhos degustados durante o Jantar:

Aegerter Chablis Premier Cru Vieilles Vignes 2013 (Branco)

Região: França
Castas: Chardonnay e Vinhas Velhas
Produtor: Jean-Luc & Paul Aegerter
Álcool: 13%
Enólogo: Jean Luc Aegerter
Nota de Prova: Cor amarela brilhante e nariz fino e elegante, onde revela uma riqueza de aromas de fruta madura e delicadas notas especiadas envolvidas por um leve toque mineral e até fumado, na boca é um vinho com estrutura e volume, uma boa acidez e um paladar cheio de fruta e sugestões minerais, terminando com um final de boca prolongado.
Classificação Pessoal: 16.5
Torre do Esporão 2004 (Tinto)

Região: DOC Alentejo
Castas: Touriga Nacional, Syrah e Alicante Bouschet
Produtor: Esporão S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: David Baverstock
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa no centro e uma auréola de leve tonalidade granada, o nariz evidencia uma forte componente terrosa que combinada com a fruta preta e delicadas notas de pimenta, entre outras especiarias e também alguma madeira, formam um conjunto sedutor e elegante, na boca é um vinho encorpado e estruturado, com taninos finos e um paladar amplamente dominado pela fruta bem madura e pelas especiarias aliadas a uma leve mineralidade e um delicado toque vegetal, o final de boca termina com um comprimento prolongado e uma persistência de grande nível.
Classificação Pessoal: 18
Terreus 2004 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Tempranillo
Produtor: Bodegas Mauro S.A.
Álcool: 15%
Enólogo: Mariano García
Nota de Prova: Cor rubi praticamente opaca e nariz surpreendente, quer pela fineza apresentada, quer pela elegância, revelando-se cheio de fruta preta e notas de barrica, envolvidas por um subtil toque de cacau e por uma certa mineralidade, que conferem classe e complexidade a um conjunto impressionante, na boca revela uma envolvência notável, um volume incrível e uma estrutura única, no paladar os frutos negros combinam com a madeira de uma forma perfeita e delicadas sugestões apimentadas e até vegetais completam um conjunto de grande, grande nível, o final de boca é longo e com uma persistência excelente.
Classificação Pessoal: 19
Imperial Gran Reserva 2007 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Tempranillo, Mazuelo e Graciano
Produtor: Compañia Vinicola del Norte de España, S.A.
Álcool: 13.5%
Enólogo: María Larrea
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz muito complexo, pouco falador ao início mas que aos poucos vai revelando delicadas nuances de fruta preta e subtis notas especiadas, além de um ligeiro toque de vegetal seco, na boca é um vinho encorpado, com taninos firmes e um paladar bem preenchido por sugestões de fruta preta madura e diversas especiarias, num fundo claramente dominado pela madeira, termina com um final de boca de comprimento médio/longo e uma bem interessante persistência.
Classificação Pessoal: 17
Villa de Corullon 2008 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Mencía
Produtor: Desciendentes de J. Palacios
Álcool: 14.5%
Enólogo: Álvaro Palacios e Ricardo P. Palacios
Nota de Prova: Cor rubi muito concentrada e nariz fino e elegante, amplamente dominado pela fruta vermelha madura e notas balsâmicas, muito bem amparadas por sugestivas nuances minerais, num fundo mais especiado e onde a barrica é bem notória, na boca é um vinho equilibrado e estruturado, com taninos bem presentes e ao mesmo tempo polidos, no paladar destaca-se a qualidade da madeira muito bem integrada com a fruta vermelha madura e breves nuances vegetais e até minerais, terminando com um final de boca relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 17
Alión 2009 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Tinto Fino
Produtor: Bodegas y Viñedos Alión
Álcool: 14.5%
Enólogo: Xavier Ausás e Begoña Jovellar
Nota de Prova: Cor intensa e nariz muito elegante e fino, onde a fruta madura revela-se muito perfumada e envolvida por delicadas mas sugestivas notas apimentadas e minerais, num fundo mais especiado e onde a barrica, de grande qualidade, revela toda a sua classe, na boca é um vinho sedoso e ao mesmo tempo vigoroso, denotando uma grande complexidade e um volume enorme, no paladar destacam-se os frutos negros e um bonito toque floral e vegetal, além de finas nuances de madeira, terminando com um final de boca longo e muito prolongado.
Classificação Pessoal: 18
Ferrer Bobet Selecció Especial Vinyes Velles 2010 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Cariñena e Vinhas Velhas
Produtor: Ferrer Bobet
Álcool: 14.5%
Enólogo: Isabel Fortuny e Raül Bobet
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi praticamente opaca no centro e uma auréola de forte tonalidade violeta, o nariz é de uma elegância notável, com os frutos pretos e do bosque envolvidos por sedutoras nuances minerais, achocolatadas e até apimentadas, num fundo claramente marcado pela grande qualidade da madeira, na boca é um vinho impressionante, dada a sua complexidade, elegância e harmonia, com taninos distintos e um paladar cheio de fruta negra e notas balsâmicas, bem como uma mineralidade única, a barrica confere complexidade e uma outra dimensão a um vinho de nível muito superior, que termina com um final de boca longo e com uma persistência que perdura no tempo.
Classificação Pessoal: 19
Quinta do Vesúvio 2011 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Amarela
Produtor: Symington Family Estates, Vinhos, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Charles Symington e Pedro Correia
Nota de Prova: Cor rubi intensa no centro e auréola de forte tonalidade avioletada, o nariz evidencia aromas de frutos silvestres acompanhados por sugestivas notas florais e especiadas, além de um leve toque vegetal e até balsâmico, na boca é um vinho volumoso, encorpado e estruturado, com um paladar rico em fruta e notas de barrica, envolvidas por diversas especiarias e alguma tosta, termina com um final de boca bem prolongado.
Classificação Pessoal: 17.5
Romariz Colheita 1963 (Porto)

Região: Douro
Castas: Várias
Produtor: Romariz - Vinhos S.A.
Álcool: 20%
Enólogo: David Guimaraens
Nota de Prova: Bonita cor âmbar e nariz muito elegante e bem preenchido por aromas de frutos secos, especialmente avelãs e nozes, além de um leve toque de vinagrinho e iodo, típico destes vinhos com idade, na boca revela uma belíssima acidez e um paladar envolvente e cremoso, com uma agradável sugestão de noz muito bem misturada com delicadas notas de pimenta e algum mel, o final de boca termina de uma forma persistente.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas: