• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4493)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3654)

sexta-feira, 31 de maio de 2013

2683 - Quinta das Marias Barricas Encruzado 2011 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Encruzado
Produtor: Peter Viktor Eckert - Quinta das Marias
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 14%
Enólogo: António Narciso
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarela intensa e um nariz vibrante e sedutor, onde as notas tostadas, abaunilhadas e de fruta madura, formam um conjunto vivo e ainda muito jovem, na boca revela uma agradável estrutura e um corpo volumoso, conta com um paladar cheio de fruta madura, notas especiadas e barrica bem presente, o final de boca é prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Fevereiro 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Novembro 2014

Rótulo: Há quase duas décadas e sempre muito atento à qualidade que, em pequena quantidade, temos vindo a produzir vinho. Desde da nossa primeira colheita, mantendo sempre esta tradição, que a apanha da uva e a sua selecção são feitas manualmente e que a fermentação é feita através dos meios mais sofisticados. Esta paixão por fazer bom vinho encontra-se em cada uma das garrafas do nosso "Encruzado Barrica". Garrafa nº 1.363 de 3.360.

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 30 de maio de 2013

2682 - Quinta das Marias Alfrocheiro 2010 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Alfrocheiro
Produtor: Peter Viktor Eckert - Quinta das Marias
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14%
Enólogo: António Narciso
Notas de Prova: Cor rubi de tonalidade granada e nariz floral e terroso, com delicadas notas vegetais e de especiarias, na boca é um vinho equilibrado e fresco, com um volume médio e uns taninos redondos, conta com um paladar marcado pela fruta vermelha madura e por subtis sugestões apimentadas e de especiarias, o final de boca tem um comprimento mediano.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Fevereiro 2013

Rótulo: Há quase duas décadas e sempre muito atento à qualidade que, em pequena quantidade, temos vindo a produzir vinho. Desde da nossa primeira colheita, mantendo sempre esta tradição, que a apanha da uva e a sua selecção são feitas manualmente e que a fermentação é feita através dos meios mais sofisticados. Esta paixão por fazer bom vinho encontra-se em cada uma das garrafas do nosso Alfrocheiro. Garrafa nº 0.973 de 1.670.

Etiquetas: , , , , ,

2681 - Quinta das Marias Lote 2010 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Alfrocheiro
Produtor: Peter Viktor Eckert - Quinta das Marias
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 14%
Enólogo: António Narciso
Notas de Prova: Cor rubi de média intensidade e nariz muito aromático, onde as notas florais, a fruta vermelha fresca e as sugestões vegetais, formam um conjunto interessante, na boca é um vinho equilibrado, com uma estrutura agradável e taninos polidos, no paladar destaca-se a fruta e um certo especiado, terminando com um final de boca mediano, em termos de comprimento e persistência.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Fevereiro 2013

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

quarta-feira, 29 de maio de 2013

2680 - Quinta das Marias Reserva Cuvée TT 2010 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional e Tinta Roriz
Produtor: Peter Viktor Eckert - Quinta das Marias
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14%
Enólogo: António Narciso
Notas de Prova: Cor rubi fechada no centro e auréola de tonalidade violácea, o nariz revela perfumados aromas florais e minerais, misturados com delicadas sugestões de fruta negra e um subtil toque fumado, na boca é um vinho muito jovem e elegante, com um interessante volume e taninos firmes, revela um paladar muito frutado e achocolatado, com as notas de barrica a conferirem uma bela complexidade ao conjunto, o final de boca é persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Fevereiro 2013

Rótulo: Há quase duas décadas e sempre muito atento à qualidade que, em pequena quantidade, temos vindo a produzir vinho. Desde da nossa primeira colheita, mantendo sempre esta tradição, que a apanha da uva e a sua selecção são feitas manualmente e que a fermentação é feita através dos meios mais sofisticados. Esta paixão por fazer bom vinho encontra-se em cada uma das garrafas da nossa Reserva Cuvée TT. Garrafa nº 6.214 de 6.400.

Etiquetas: , , , , ,

Prova Vertical Quinta das Bágeiras (Nov/2012)


No passado dia 11/11/2012 no Centro de Congressos da FIL – Junqueira em Lisboa, teve lugar uma Prova de Vinhos Vertical da marca Quinta das Bágeiras do Produtor Mário Sérgio Alves Nuno, realizada no âmbito do Evento Encontro com o Vinhos e com os Sabores 2012, organizado pela entidade Revista de Vinhos.

Prova comentada pelo Produtor Mário Sérgio Alves Nuno.


Quinta das Bágeiras Velha Reserva 1989 (Espumante)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Maria Gomes e Bical
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 12%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Apresenta uma cor dourada intensa e um nariz onde é perceptível a sua evolução mas que rapidamente surpreende pela sua elegância e pelos aromas de citrinos maduros e algum biscoito, na boca revela uma interessante frescura e uma agradável harmonia, no paladar destacam-se os frutos secos e um leve toque cítrico, terminando relativamente seco e com um comprimento mediano.
Classificação Pessoal: 16
Quinta das Bágeiras 1994 (Branco)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Maria Gomes, Bical e Cerceal
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 12%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Cor amarela brilhante com uma delicada tonalidade dourada, o nariz está fortemente marcado pelos aromas citrinos maduros e por uma delicada mineralidade, já na boca, apresenta alguma evolução, com o paladar a evidenciar notas citrinas e e um ligeiro especiado, o final de boca tem um comprimento médio e uma persistência já pouco expressiva.
Classificação Pessoal: 15.5
Quinta das Bágeiras Garrafeira 2001 (Branco)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Maria Gomes e Bical
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 14%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Apresenta uma bonita cor amarelo dourado e um nariz elegante e complexo, onde agradáveis e elegantes notas especiadas envolvem-se com um ligeiro toque de borracha e delicadas notas de citrinos, na boca conta com volume interessante e uma estrutura e secura notáveis, revela um toque especiado bem presente e a madeira revela uma excelente integração com a fruta e com nuances de citrinos maduros, o final de boca tem um comprimento e uma persistência bem acima da média.
Classificação Pessoal: 16.5
Quinta das Bágeiras Garrafeira 2004 (Branco)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Maria Gomes e Bical
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 13%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Cor dourada brilhante e nariz fino e elegante, onde os aromas especiados e citrinos formam um conjunto sedutor e complexo, na boca é um vinho envolvente e harmonioso, onde se destaca a sua excelente acidez e uma secura muito evidente e prolongada, revela uma boa estrutura e um paladar muito frutado e onde as notas de barrica revelam subtileza, termina com um comprimento longo e muito persistente.
Classificação Pessoal: 17
Quinta das Bágeiras Garrafeira 2007 (Branco)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Maria Gomes e Bical
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 14%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Apresenta uma cor amarela brilhante e um nariz dominado pelas notas de fruta madura e por uma certa mineralidade, num fundo mais especiado e citrino, na boca é um vinho muito equilibrado e envolvente, além de fresco e estruturado, conta com um paladar rico em notas de fruta e delicados apontamentos cítricos muito bem envolvidos com a madeira, o final de boca é longo, muito seco e muito persistente.
Classificação Pessoal: 17
Quinta das Bágeiras Pai Abel 2009 (Branco)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Maria Gomes e Bical
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 14%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Cor amarela de tonalidade dourada e nariz muito fresco e ao mesmo tempo complexo, onde as notas de fruta madura casam na perfeição com as notas de barrica e com subtis apontamentos cítricos e minerais, na boca é um vinho sedoso, fresco e complexo, apresenta uma bela acidez e um paladar muito especiado, frutado e atractivo, o final de boca é prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Quinta das Bágeiras Garrafeira 1995 (Tinto)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 14%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Apresenta uma cor granada intensa e um nariz fino e sedutor, onde as notas de algum couro se misturam com delicadas nuances de fruta em passa e alguma madeira velha, na boca é um vinho intenso, com uma ligeira evolução e com um paladar relativamente estruturado e mais apimentado, a madeira revela ainda alguma presença e os taninos denotam solidez, o final de boca é algo seco e conta com um comprimento e uma persistência médios/altos.
Classificação Pessoal: 16.5
Quinta das Bágeiras Garrafeira 1997 (Tinto)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 13%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Cor granada de média intensidade no centro e uma delicada tonalidade atijolada à volta, o nariz revela uma agradável dose de fruta preta e delicadas notas de barrica, bem como algum couro e ainda um leve toque fumado e apimentado, na boca conta com um paladar seco, uma estrutura intensa e uma complexidade bem atractiva, é um vinho com uns taninos sólidos e uma juventude notável, a fruta negra e as notas de diversas especiarias complementam um conjunto muito interessante, o final de boca é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Quinta das Bágeiras Garrafeira 2001 [Magnum] (Tinto)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 15%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Cor rubi intensa no centro e auréola de tonalidade granada, o nariz revela evidentes aromas de fruta preta aliada a delicadas notas de diversas especiarias e um leve toque apimentado, na boca é um vinho estruturado e complexo, onde se destaca a sua incrível secura, bem como a firmeza dos taninos e a sua imensa juventude, no paladar é um vinho frutado e acima de tudo especiado, com as notas de barrica bem presentes e elegantes, o final de boca é muito longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Quinta das Bágeiras Garrafeira 2005 (Tinto)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Baga e Touriga Nacional
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 14%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Apresenta uma cor praticamente opaca no centro e auréola de tonalidade rubi, o nariz revela uma fineza e elegância muito atractivas, com os aromas florais e a fruta vermelha madura a surgirem envolvidos com delicadas notas de barrica, na boca é um vinho complexo e envolvente, com taninos firmes mas não pesados, no paladar a fruta negra e um ligeiro mineral complementam-se com um leve toque especiado e também subtis notas de barrica, o final de boca é prolongado e muito persistente.
Classificação Pessoal: 17
Quinta das Bágeiras Garrafeira 2005 [Magnum] (Tinto)
Quinta das Bágeiras Garrafeira 2008 (Tinto)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Baga
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 13.5%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Cor rubi muito concentrada, praticamente impenetrável, com laivos ligeiramente violáceos, o nariz revela fruta vermelha madura, elegantes notas de barrica e um ligeiro toque vegetal seco e também alguma mineralidade, a boca é volumosa, com taninos muito presentes e um paladar rico em notas de fruta negra, madeira e ainda um leve toque terroso e apimentado, denotando ser um vinho encorpado e complexo, o final de boca é prolongado e de enorme persistência.
Classificação Pessoal: 17
Quinta das Bágeiras Pai Abel 2009 (Tinto)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Baga e Touriga Nacional
Produtor: Mário Sérgio Alves Nuno
Álcool: 14.5%
Enólogo: Mário Sérgio Alves Nuno
Nota de Prova: Apresenta uma cor muito escura, quase opaca no centro, com uma auréola de tonalidade violácea, o nariz revela-se sedutor, fino e muito elegante, onde as notas florais se misturam com a fruta vermelha, bem como frutos do bosque e onde a madeira revela uma bela presença e uma elegância superior, na boca é um vinho muito estruturado, volumoso e encorpado, conta com uns taninos aguerridos, que sugerem uma capacidade de envelhecimento notável, o paladar revela sugestivas notas de fruta negra envolvidas num delicado toque mineral e vegetal, num fundo mais especiado e onde a barrica revela a sua imensidão, o final de boca é muito prologado e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5

Etiquetas:

terça-feira, 28 de maio de 2013

2679 - Quinta das Marias Reserva Touriga Nacional 2010 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Peter Viktor Eckert - Quinta das Marias
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 15%
Enólogo: António Narciso
Notas de Prova: Apresenta uma cor muito carregada no centro, quase opaca e uma auréola de tonalidade rubi/avioletada, no nariz destaca-se claramente a elegância e a frescura das notas florais e de fruta vermelha aliadas a delicadas notas apimentadas e um leve toque de chocolate, na boca é um vinho volumoso, denso e muito encorpado, conta com um paladar rico em fruta preta e pimentas, bem como delicadas nuances achocolatadas e tostadas, o final de boca longo e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Fevereiro 2013

Rótulo: Há quase duas décadas e sempre muito atento à qualidade que, em pequena quantidade, temos vindo a produzir vinho. Desde da nossa primeira colheita, mantendo sempre esta tradição, que a apanha da uva e a sua selecção são feitas manualmente e que a fermentação é feita através dos meios mais sofisticados. Esta paixão por fazer bom vinho encontra-se em cada uma das garrafas da nossa Reserva Touriga-Nacional 2010. Garrafa nº 2.373 de 3.600.

Etiquetas: , , , , ,

2678 - Quinta das Marias Encruzado 2011 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Encruzado
Produtor: Peter Viktor Eckert - Quinta das Marias
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: António Narciso
Notas de Prova: Cor amarelo límpido e nariz muito fresco e aromático, onde as notas florais e a fruta madura revelam uma agradável frescura, na boca é um vinho delicado e atractivo, com uma acidez bem interessante, conta com um paladar muito frutado, algo limonado e mineral, terminando com um final de boca de comprimento e persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Fevereiro 2013

Rótulo: Há quase duas décadas e sempre muito atento à qualidade que, em pequena quantidade, temos vindo a produzir vinho. Desde da nossa primeira colheita, mantendo sempre esta tradição, que a apanha da uva e a sua selecção são feitas manualmente e que a fermentação é feita através dos meios mais sofisticados. Esta paixão por fazer bom vinho encontra-se em cada uma das garrafas do nosso "Encruzado". Garrafa nº 09.873 de 10.000.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 27 de maio de 2013

2677 - Meia Encosta 2011 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Fernão Pires, Malvasia Fina, Encruzado e Bical
Produtor: Sociedade dos Vinhos Borges, SA
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 14%
Enólogo: José Maria Machado
Notas de Prova: Cor citrina e nariz agradavelmente preenchido por notas minerais, florais e uma delicada sugestão de fruta tropical, na boca é um vinho correcto, fresco e com uma acidez equilibrada, o paladar revela notas de fruta madura e um ligeiro cítrico, terminando com um final de boca curto em termos de comprimento e uma persistência pouco expressiva.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Julho 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .15
• Data da Revista: Setembro 2012 / Outubro 2012

Classificação Revista Escanção: ........................79*
• Data da Prova: Setembro 2012 / Outubro 2012
* Classificação de 0-100


Classificação Wine - Essência do Vinho: .............14
• Data da Revista: Setembro 2012

Rótulo: Servir fresco (7-9ºC). Beba como aperitivo ou a acompanhar pratos leves, saladas, peixes e mariscos. Este Dão está pronto a consumir. Se optar por estagiá-lo lembre-se de deitar a garrafa e conservá-lo ao abrigo da luz e de calor.

Etiquetas: , , , , , , ,

2676 - Vinha das Servas 2010 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Alicante Bouschet, Aragonez, Syrah e Trincadeira
Produtor: Herdade das Servas - Serrano Mira, S.A.
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Luís Mira e Tiago Garcia
Notas de Prova: Cor rubi aberta e nariz dominado pelos aromas de frutos vermelhos e um ligeiro toque especiado, na boca é um vinho suave, correcto e com uma estrutura simples, revela uns taninos bem redondos e um paladar frutado, o final de boca tem um comprimento curto e uma persistência bem mediana.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Julho 2012

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , , ,

domingo, 26 de maio de 2013

2675 - Pacheca 2010 (Branco)


2128 - Quinta da Pacheca Maria Serpa Sauvignon 2010 (Branco)
Região: DOC Douro
Castas: Cerceal, Malvasia Fina e Gouveio
Produtor: Quinta da Pacheca, Sociedade Agrícola e Turística, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Maria Serpa Pimentel
Notas de Prova: Cor amarela muito pálida e nariz fresco que claramente sugere notas de lima/limão e uma leve toque floral, na boca é um vinho equilibrado, fácil e com um paladar cítrico e algo vegetal, conta com uma acidez correcta e um final de boca com um comprimento e persistência curto/médios.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Julho 2012

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

Prova do Vinho rosé Vinha da Defesa 2012 (Abr/2013)


No passado dia 25/04/2013, realizei uma Prova do vinho rosé Vinha da Defesa 2012 do produtor alentejano Esporão.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Esporão S.A. pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Vinha da Defesa 2012 (Rosé)

Região: DOC Alentejo
Castas:
Aragonês e Syrah
Produtor: Esporão S.A.
Álcool: 13.5%
Enólogo: David Baverstock e Sandra Alves
Nota de Prova: Cor vermelha intensa e nariz fresco, onde as notas de frutos vermelhos, nomeadamente morangos, groselha e framboesas, envolvem-se agradavelmente com delicadas sugestões florais, na boca é um vinho equilibrado, muito frutado e com um corpo mediano, termina com um comprimento e persistência agradáveis.
Classificação Pessoal: 15

Etiquetas:

sábado, 25 de maio de 2013

2674 - Munda 2006 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Fontes da Cunha - C.E.G S.A.
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Francisco Olazabal e Joana Cunha
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi profunda no centro e uma leve auréola de tonalidade avermelhada, o nariz revela elegância e profundidade, onde claramente se destacam os aromas florais aliados a frescas notas de fruta vermelha e preta, num fundo subtilmente marcado por nuances de especiarias e sugestivas notas de barrica, na boca é um vinho vivo, fresco, estruturado e muito encorpado, conta com um paladar cheio de fruta, alguma barrica e finos mas sólidos taninos, o final de boca é prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Março 2015

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Janeiro 2013

Rótulo: Etimologicamente, Munda significa em latim limpido, transparência, claridade e pureza. O Rio Mondego, que atravessa o coração da região vitivinícola do Dão, e em cujas margens são colhidas estas uvas de Touriga-Nacional, foi apelidado pelos Romanos, aquando da sua presença em terras lusitanas, de Munda, nome que se manteve ao longo de grande parte da idade média.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 24 de maio de 2013

2673 - Quinta da Leda Vinha do Pombal 2004 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz
Produtor: Sogrape Vinhos de Portugal, SA
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 13.5%
Enólogo: José Maria Soares Franco e Luis Sottomayor
Notas de Prova: Cor rubi intensa com uma delicada auréola de tonalidade granada, o nariz revela uma certa elegância, apresentando aromas tão diferentes quanto, a fruta preta, as notas de café, alguma esteva, um delicado toque especiado e até balsâmico, bem como subtis nuances de couro, na boca é um vinho delicado e harmonioso, já pronto a beber e com uns taninos sedosos, conta com um paladar muito elegante e redondo, onde fruta negra e as notas tostadas e apimentadas dominam o conjunto, o final de boca é relativamente prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Fevereiro 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Novembro 2006

Classificação Blue Wine: ...................................17
• Data da Revista: Setembro 2006

Rótulo: Seguindo a mesma selecção rigorosa de uvas das castas Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz que caracterizam o Quinta da Leda, este vinho, de cor vermelha intensa, apresenta um aroma de frutos pretos muito maduros (ameixa e amora), típicos do Douro Superior. Notam-se ainda, aromas de cacau e chocolate e os provenientes da maturação em madeira nobre de carvalho francês, como as especiarias, baunilha e coco. Sendo ainda muito jovem, começa a perceber-se o sentido da sua evolução e formação da sua complexidade. Muito concentrado e encorpado, apresenta, contudo, taninos muito finos e elegantes que lhe conferem um final muito persistente.

Etiquetas: , , , , , ,

quinta-feira, 23 de maio de 2013

2672 - Quinta do Mouro 1996 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonez, Alicante Bouschet, Castelão, Trincadeira e Cabernet Sauvignon
Produtor: Miguel de Orduna Viegas Louro - Quinta do Mouro
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 13%
Enólogo: Miguel Viegas Louro e Luís Duarte
Notas de Prova: Apresenta uma cor acastanhada intensa e um nariz fino, onde se destacam as delicadas notas de fruta em passa, um leve mas sugestivo apimentado e ainda delicados toques de madeira velha, especiarias e um certo vegetal seco, na boca revela uma agradável estrutura, um paladar suave, muito especiado e marcado pela pimenta e alguns frutos secos, o final de boca tem um comprimento delicado e uma persistência ainda muito interessante.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Setembro 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Novembro 2009

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Maio 2003

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , , , ,

quarta-feira, 22 de maio de 2013

2671 - Terras do Pó Castas Petit Verdot & Touriga Nacional & Syrah 2007 (Tinto)



Região: Regional Península de Setúbal
Castas: Petit Verdot, Touriga Nacional e Syrah
Produtor: Casa Ermelinda Freitas
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: Jaime Quendera
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi de tonalidade avermelhada, no nariz destacam-se os aromas florais acompanhados por frescas notas de fruta vermelha e um leve toque vegetal e de especiarias, na boca é um vinho equilibrado, de taninos polidos e estrutura correcta, conta com um paladar cheio de fruta madura e um final de boca médio, quer no comprimento, quer na persistência.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Revista: Agosto 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.8
• Data da Revista: Julho 2012 / Agosto 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.8
• Data da Revista: Novembro 2011 / Dezembro 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15
• Data da Revista: Dezembro 2010

Rótulo: A Casa Ermelinda Freitas decidiu criar este vinho, para levar aos admiradores desta marca novos paladares e aromas. Elaborado a partir das castas "Syrah", "Touriga Nacional" e "Petit Verdot" de vinhas situadas em Fernando Pó, sul de Portugal. Apresenta-se um vinho vigoroso, rico e concentrado, envelhecido em barricas de carvalho francês e americano por um período de 10 meses, seguido de um estágio em garrafa de 12 meses. Acompanha bem qualquer prato de carnes vermelhas, caça e queijos. Deverá ser servido à temperatura de 16 - 18ºC. Guardar por um período máximo de 7 anos. Conservar em local fresco, não húmido com garrafa deitada. Leonor Freitas.

Etiquetas: , , , , , ,

Prova do Vinho tinto Explicit 2010 (Abr/2013)


No passado dia 12/04/2013, realizei uma Prova do vinho tinto Explicit 2010 do produtor Sociedade Agrícola Jorge Rosa Santos e Filhos da região do Alentejo.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao produtor Sociedade Agrícola Jorge Rosa Santos e Filhos pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Explicit 2010 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Alicante Bouschet e Syrah
Produtor: Sociedade Agrícola Jorge Rosa Santos e Filhos
Álcool: 15.5%
Enólogo: Frederico, Jorge e Vasco Santos
Nota de Prova: Cor rubi intensa e concentrada, no nariz destacam-se os seus frescos aromas de fruta negra envolvidos em atractivas notas de achocolatadas e de especiarias, num fundo mais tostado, na boca é um vinho denso, com garra e um corpo cheio, os taninos denotam alguma firmeza e o paladar conta com uma bela dose de fruta preta amparada por evidentes sugestões de especiarias, chocolate e um leve toque vegetal seco, o final de boca é prolongado.
Classificação Pessoal: 16.5

Etiquetas:

terça-feira, 21 de maio de 2013

2670 - CARM Reserva 2010 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca e Tinta Francisca
Produtor: CARM - Casa Agrícola Roboredo Madeira, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Rui Madeira
Notas de Prova: Cor rubi concentrada e nariz rico em aromas de fruta vermelha madura, um certo toque especiado e delicadas sugestões achocolatadas e de barrica, na boca é um vinho estruturado, encorpado e relativamente volumoso, conta com um paladar cheio de fruta preta, notas de barrica, especiarias e mais uma vez, uma leve doçura vinda das notas de cacau, o final de boca tem um comprimento e uma persistência médios/longos.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Setembro 2013

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Janeiro 2013

Rótulo: Das nossas vinhas em Almendra, Douro Superior, foram seleccionadas uvas das castas Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca e Tinta Francisca cuja combinação com o "terroir", vinificação e o estágio de 18 meses em barricas de carvalho francês e americano deu origem a este vinho. Vermelho opaco, de grande intensidade aromática, muito fresco e complexo. Aromas vibrantes de frutos silvestres, notas florais e "liquorice". Na boca é encorpado, fresco, frutado com final muito longo. Vinho sujeito a criar depósito com a idade, servir com cuidado.

Etiquetas: , , , , , , ,

2669 - Bétula 2011 (Branco)



Região: Regional Douro
Castas: Viognier e Sauvignon Blanc
Produtor: Quinta do Torgal - Catarina Montenegro C. M. Santos
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 13%
Enólogo: Francisco Montenegro
Notas de Prova: Apresenta uma cor citrina brilhante e um nariz muito fresco e atractivo, onde as notas minerais se misturam com um evidente toque cítrico, um delicado floral e ainda fruta tropical, num fundo ligeiramente marcado por uma subtil tosta, na boca é um vinho muito equilibrado, untuoso, volumoso e com uma enorme frescura e uma acidez muito agradável, no paladar sobressai a fruta madura, envolvida pela forte mineralidade e por um ligeiro toque abaunilhado, o final de boca é longo e persistente, bem como relativamente seco.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Novembro 2015

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Setembro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Outubro 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16.5
• Data da Revista: Setembro 2012

Classificação Revista Escanção: ........................83*
• Data da Prova: Julho 2012 / Agosto 2012
* Classificação de 0-100


Rótulo: Produzido no Lugar do Torgal, no coração da Freguesia de Barrô e na margem esquerda do Rio Douro, o Bétula Branco é feito a partir das castas Viognier (50%) fermentado em barricas de carvalho francês e Sauvignon (50%) fermentado em inox a baixa temperatura. A vinificação foi efectuada na 1ª semana de Setembro. De cor citrina, mostra um aroma exuberante e complexo a fruta tropical e vegetais. Na boca é pleno de bons sabores frutados e uma bela acidez. Deve ser servido à temperatura de 12ºC.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 20 de maio de 2013

2668 - Quinta da Silveira Reserva 2006 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca
Produtor: Sociedade Agrícola Vale da Vilariça, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Anselmo Mendes
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi de média concentração e um nariz delicado e suave, onde as notas florais dominam o conjunto, sendo que são muito bem amparadas pela fruta vermelha e por ligeiras especiarias e alguma barrica, na boca é um vinho equilibrado, de estrutura média e volume agradável, conta com um paladar frutado e especiado e um final de boca com um comprimento e persistência médios e saborosos.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Julho 2012

Rótulo: Vinho produzido na Quinta da Silveira, situada no Vale da Vilariça, Douro Superior. Conjuga o mesoclima especial deste vale com as castas nobres do Douro: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca e ainda a vinificação em lagares e estágio em barrica de carvalho francês.

Etiquetas: , , , , , ,

domingo, 19 de maio de 2013

2667 - Beyra Quartz 2011 (Branco)



Região: DOC Beiras
Castas: Síria e Fonte Cal
Produtor: Beyra - Vinhos de Altitude, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Rui Roboredo Madeira
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarela pálida com delicados apontamentos esverdeados, no nariz destacam-se os intensos aromas cítricos e minerais, num fundo ligeiramente vegetal e subtilmente frutado, na boca é um vinho diferente, com uma forte acidez e um carácter muito marcado pelas notas minerais e pela sua forte expressão citrina, sendo que no paladar ainda é possível descobrir uma leve sensação de especiarias, o final de boca revela uma bela secura e um comprimento e persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Julho 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17
• Data da Revista: Setembro 2012 / Outubro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Julho 2012

Rótulo: A alma deste vinho está na combinação única entre uvas das castas Síria e Fonte Cal, de vinhas plantadas em solos exclusivamente graníticos, com filões de quartzo na bacia hidrográfica do rio Douro, em pleno Parque Natural do Douro Internacional a uma altitude de 725 mt. Este "terroir" dá-lhe um carácter cítrico e mineral, fresco e elegante, com acidez vibrante a antever um excelente estágio em garrafa. Enologia: Rui Roboredo Madeira.

Etiquetas: , , , , ,

Prova do Vinho branco Duas Quintas Reserva 2011 (Abr/2013)


No passado dia 19/04/2013, realizei uma Prova do vinho branco Duas Quintas Reserva 2011 do produtor Ramos Pinto do Douro.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Ramos Pinto pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Duas Quintas Reserva 2011 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas:
Rabigato, Viosinho, Arinto e Folgasão
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 12.5%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor palha e nariz fresco e rico em notas minerais e uma forte componente citrina, aliada a delicadas notas vegetais e tostadas, na boca é um vinho acima de tudo seco, estruturado e com bom volume, revela uma acidez bem interessante e um paladar rico em notas cítricas, de fruta madura e um leve toque de barrica, o final de boca tem um comprimento e uma persistência ligeiramente acima da média.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas:

sábado, 18 de maio de 2013

2666 - Beyra 2011 (Branco)



Região: DOC Beiras
Castas: Síria e Fonte Cal
Produtor: Beyra - Vinhos de Altitude, Lda
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 13%
Enólogo: Rui Roboredo Madeira
Notas de Prova: Cor citrina e nariz dominado pelos aromas cítricos combinados com uma certa mineralidade e delicadas notas de fruta tropical, na boca é um vinho leve, fresco e equilibrado, conta com uma acidez razoável e um paladar agradavelmente citrino e mineral, termina algo seco e com um comprimento e persistência de expressão curto/mediana.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Outubro 2013

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Fevereiro 2013

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Junho 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .18
• Data da Revista: Setembro 2012 / Outubro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15
• Data da Revista: Julho 2012

Rótulo: A alma deste vinho está na combinação única entre uvas das castas Síria e Fonte Cal, de vinhas plantadas em solos graníticos e xistosos com filões de quartzo na bacia hidrográfica do rio Douro, em pleno Parque Natural do Douro Internacional a uma altitude de 700 mt. Este "terroir" dá-lhe um carácter cítrico e mineral, fresco e elegante, com final longo. Enologia: Rui Roboredo Madeira.

Etiquetas: , , , , ,

2665 - Tapada de Coelheiros Chardonnay 2009 (Branco)



Região: Regional Alentejo
Castas: Chardonnay
Produtor: Sociedade Agrícola da Herdade dos Coelheiros, S.A.
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 14%
Enólogo: António Saramago
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarela brilhante com delicados apontamentos dourados, o nariz revela evidentes notas de fruta madura, como pêra, misturadas com elegantes sugestões de frutos secos e algum mel, num fundo mais fumado e tostado, na boca é um vinho estruturado, equilibrado e relativamente volumoso, conta com uma acidez bem presente e um paladar cheio de fruta madura e frutos secos, agradalvemente integrados com as notas de barrica, o final de boca é prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Julho 2012

Rótulo: Factor de comunhão entre a humanidade, apreciar um bom vinho é sempre uma manifestação de cultura. Elaborado a partir da casta Chardonnay, este vinho branco foi fermentado em pipas de carvalho francês novo. De cor amarelo citrino, aroma a mel e frutos secos com notas de frutos tropicais, revela-se volumoso, fresco e redondo, com um final persistente e equilibrado.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 17 de maio de 2013

2664 - Alves de Sousa Reserva Pessoal 1999 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz, Tinto Cão, Touriga Nacional, Touriga Franca, Vinhas Velhas e outras
Produtor: Domingos Alves de Sousa
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14%
Enólogo: Anselmo Mendes
Notas de Prova: Apresenta uma cor avermelhada já com forte tonalidade acastanhada, o nariz confirma uma evolução já em fase adiantada, com a fruta preta muito subtil, num conjunto dominado por algum couro, fortes especiarias e um certo vegetal, num fundo que faz lembrar aromas de um Vintage já cansado, na boca é um vinho mediano, equilibrado e com uma estrutura correcta, no paladar destacam-me as notas especiadas e uma leve sensação mineral e de madeira velha, terminando com um comprimento curto/médio e uma persistência pouco expressiva.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Novembro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................18
• Data da Revista: Janeiro 2004

Classificação Revista dos Vinhos: ......................18
• Data da Revista: Janeiro 2003

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Dezembro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................18.5
• Data da Revista: Janeiro 2002

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , , , , ,

quinta-feira, 16 de maio de 2013

2663 - @Batista's Cabernet Sauvignon 2009 (Tinto)



Região: Regional Tejo
Castas: Cabernet Sauvignon
Produtor: Pitada Verde - Produção Agrícola, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 14.5%
Enólogo: João Pedro Batista
Notas de Prova: Cor rubi de bela intensidade e nariz agradavelmente preenchido por notas florais, fruta vermelha e um delicado toque apimentado que confere alguma complexidade ao conjunto, na boca é um vinho equilibrado, com taninos redondos e um paladar dominado pela fruta e por delicadas sugestões de pimento e especiarias, o final de boca tem um comprimento médio e uma persistência relativamente expressiva.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Julho 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.6
• Data da Revista: Julho 2012 / Agosto 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.6
• Data da Revista: Setembro 2011 / Outubro 2011

Rótulo: Situada a Sul do Tejo, no lugar da Azeitada encontra-se a vinha com 10 anos de idade de onde se vindimaram as uvas que estiveram na génese deste vinho. Os cachos foram desengaçados, esmagados e colocados em lagar de cimento onde fermentaram durante 10 dias com controle de temperatura e pisa a pé. Estagiou 6 meses em Carvalho Francês. Resultou um tinto volumoso de prova, denso na sua cor violácea, aroma intenso a pimenta e fruta madura, com a tosta da madeira bem integrada. A temperatura de consumo é 18ºC e o borrego ou cabrito assados serão boas companhias para este vinho. Garrafa nº 1181 de 2667.

Etiquetas: , , , , ,

2662 - Conde de Vimioso Colheita Seleccionada 2011 (Rosé)



Região: Regional Tejo
Castas: Touriga Nacional e Syrah
Produtor: Falua - Sociedade de Vinhos S.A.
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 13%
Enólogo: João Portugal Ramos
Notas de Prova: Cor vermelha intensa e nariz dominado pelas notas florais e por alguns frutos vermelhos, como morangos e alguma groselha, na boca é um vinho fresco, correcto e de fácil prova, conta com um paladar marcado pela fruta vermelha e por uma acidez agradável, o final de boca tem um comprimento curto e uma persistência mediana.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Julho 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .14.5
• Data da Revista: Setembro 2012 / Outubro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15
• Data da Revista: Setembro 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............14
• Data da Revista: Setembro 2012

Classificação Revista Escanção: ........................87*
• Data da Prova: Julho 2012 / Agosto 2012
* Classificação de 0-100


Classificação Revista Escanção: ........................81*
• Data da Prova: Maio 2012 / Junho 2012
* Classificação de 0-100


Rótulo: A combinação do aroma fresco e intenso da Touriga Nacional com frutos vermelhos maduros da Syrah dá origem a este elegante rosé.

Etiquetas: , , , , ,

quarta-feira, 15 de maio de 2013

2661 - Paulo Laureano Premium 2007 (Branco)



Região: DOC Alentejo
Castas: Antão Vaz e Arinto
Produtor: Paulo Laureano Vinus, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Notas de Prova: Cor de forte tonalidade amarela e dourada e nariz dominado pelas notas fumadas e tostadas, secundadas por alguma fruta madura e um ligeiro toque citrino maduro, na boca é um vinho amanteigado e relativamente estruturado, que já revela alguma evolução mas que ainda não marca em demasia o conjunto, o paladar apresenta fruta madura envolvida nas notas de barrica e o final de boca tem comprimento e persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Julho 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Junho 2009

Rótulo: Acredito nas nossas castas, nas suas cores, nos seus aromas e sabores, por isso elegi-as como suporte dos meus vinhos. A minha aposta é desenhar vinhos exclusivamente com castas portuguesas, vinhos feitos com o que é nosso, aquilo que todos nos orgulhamos. Paulo Laureano. Selecção de algumas das melhores uvas das nossas vinhas, expressão de excelência do nosso "terroir", após uma cuidada fermentação e maturação em barrica.

Etiquetas: , , , , ,

Mais um Jantar de Bloggers no Restaurante Areeiro 3 (Abr/2013)


No passado dia 04/04/2013 no Restaurante Areeiro 3 em Lisboa, teve lugar mais um Jantar onde se juntaram alguns Bloggers de Vinho e não só.

Durante o jantar e respectiva Prova de Vinhos estiveram presentes os Bloggers :
- Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos)
- Rui Lourenço Pereira (Blog Art meets Bacchus)
- Francisco Damião de Brito (Blog Vinho do Porto Vintage)
Carlos Janeiro (Blog Comer, Beber e Lazer), bem como um curioso Pedro Reis.

O Evento realizou-se com a apresentação e degustação dos vários vinhos (alguns em Prova Cega) que cada um teve a oportunidade de trazer consigo.



Vinhos degustados durante o Jantar:

Villa Oliveira 2011 (Branco)

Região: DOC Dão
Castas: Encruzado
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Paulo Nunes
Nota de Prova: Cor pálida, nariz fino e rico em notas tostadas e fumadas que evoluem para uma evdente mineralidade e delicadas notas citrinas e florais, na boca revela uma acidez interessante e uma estrutura mediana, no paladar destaca-se a envolvência das notas cítricas e tostadas, com a barrica e um delicado toque vegetal seco, o final de boca é relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 16
Azinhate Rabigato & Viosinho 2010 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas: Rabigato e Viosinho
Produtor: Miguel Abrantes - Vinhos, Lda
Álcool: 12.5%
Enólogo: Miguel Abrantes
Nota de Prova: Cor pálida e nariz muito mineral ao início, que vai evoluíndo durante a prova, para frescas notas citrinas e vegetais, na boca é um vinho seco, relativamente estruturado e com uma acidez correcta, o paladar é frutado e ligeiramente vegetal, bem como delicadamente especiado, o final de boca tem um comprimento e uma persistência medianos.
Classificação Pessoal: 15.5
Cortes de Cima Touriga Nacional 2008 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa e concentrada no centro, com uma auréola de tonalidade granada, no nariz destacam-se delicados aromas florais, de especiarias e suaves notas de barrica, num fundo mais mineral, na boca é um vinho denso, encorpado e com um bom volume, revela uns taninos bem presentes e um paladar cheio de fruta preta e notas de pimenta, entre outras especiarias, o final de boca tem um comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 16.5
Quinta das Baceladas 2001 (Tinto)

Região: Regional Beiras
Castas: Merlot, Cabernet Sauvignon e Baga
Produtor: Caves Aliança, SA
Álcool: 13.5%
Enólogo: Pascal Chatonnet e Francisco Antunes
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz marcado pelas expressivas notas de couro, embora a fruta negra e uma ligeira sensação apimentada e de barrica, ainda estão bem presentes, na boca revela alguma elegância e uma estrutura agradável, apesar de ser visível alguma evolução, conta ainda com uns taninos firmes, o paladar está mais apimentado que frutado e conta com delicadas notas de couro, termina com um final de boca agradavelmente persistente.
Classificação Pessoal: 16
Azinhate Reserva 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca
Produtor: Miguel Abrantes - Vinhos, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Miguel Abrantes
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi muito carregada, quase opaca, e um nariz cheio de fruta preta, notas de cacau e especiarias e ainda um leve toque floral e vegetal seco, num fundo mais mineral e tostado, na boca é um vinho profundo, ainda jovem e taninos sólidos, o paladar revela uma agradável dose de fruta preta aliada a delicadas notas minerais e de barrica, termina com um comprimento e uma persistência relativamente prolongados.
Classificação Pessoal: 16
Quinta dos Lemos Jaen 2008 (Tinto)

Região: DOC Dão
Castas: Jaen
Produtor: Quinta de Lemos - Produção e Comercialização de Vinhos, S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: Hugo Chaves
Nota de Prova: Cor rubi muito concentrada no centro e auréola de tonalidade avermelhada, revela um nariz floral e muito vegetal, amparado por frescas notas de fruta vermelha e um delicado toque especiado, na boca é um vinho profundo, com taninos aguerridos e uma complexidade bem presente, conta com um paladar muito frutado e especiado, com as notas de barrica bem presentes, o final de boca tem um comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 16
2037 - Quinta do Além Tanha Grande Reserva Vinhas Velhas 2007 (Tinto)Quinta do Além Tanha Grande Reserva 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Tinta Amarela, Tinta Roriz, Touriga Nacional, Tinto Cão e Sousão
Produtor: Quinta dos Avidagos, Lda
Álcool: 15.5%
Enólogo: Rui Cunha
Nota de Prova: Apresenta uma cor muito concentrada e praticamente opaca no centro, o nariz revela fineza e elegância, com as notas vegetais e de fruta preta a revelarem um agradável integração com diversas sugestões de especiarias e de barrica, bem como uma certa mineralidade, na boca é um vinho denso, encorpado e complexo, com taninos finos e um paladar frutado, especiado e até apimentado, o final de boca é relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 16.5
Domaine de La Janasse Les Garrigues 2008 (Tinto)

Região: França
Castas: Grenache, Mourvèdre e Syrah
Produtor: Domaine de La Janasse
Álcool: 15%
Enólogo: Aimé e Christopher Sabon
Nota de Prova: Cor rubi aberta e brilhante, com um nariz muito elegante e atractivo, rico em notas de fruta vermelha, bem como delicadas sugestões vegetais e de esteva, num fundo mais especiado e apimentado, na boca é um vinho harmonioso, estruturado e envolvente, revela uns taninos firmes e um paladar frutado e especiado, com um subtil toque de barrica a conferir uma excelente complexidade ao conjunto, o final de boca é prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Ferrer Bobet Vinyes Velles 2010 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Cariñena, Garnacha Tinta e Vinhas Velhas
Produtor: Ferrer Bobet
Álcool: 14.5%
Enólogo: Isabel Fortuny e Raül Bobet
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi quase opaca no centro e laivos de tonalidade violácea, o nariz revela imediatamente uma fineza e elegância ímpares, destacando-se as notas de frutos do bosque e de frutos vermelhos, bem como subtis nunaces de barrica, de grande qualidade, num fundo mais mineral, achocolatado e apimentado, fazendo lembrar até algum balsâmico, na boca é um vinho volumoso, encorpado e com uma complexidade invulgar, conta com uns taninos sólidos mas ao mesmo tempo elegantes, com um paladar cheio de fruta preta e delicadas notas chocolate negro, bem como profundas sugestões minerais e de barrica, o final de boca é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 18
Warre's Quinta da Cavadinha Vintage 1996 (Porto)

Região: Douro
Castas: Várias
Produtor: Symington Family Estates
Álcool: 20%
Enólogo: Peter Symington, Charles Symington e Miles Edlmann
Nota de Prova: Cor rubi delicada e nariz marcado por delicadas notas de frutos silvestres e um leve toque balsâmico que infelizmente passam para segundo plano devido às evidentes notas de verniz, na boca a fruta está mais presente, bem como delicadas notas apimentadas, revela já alguma evolução e um final de boca de comprimento mediano.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas: