• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4440)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3604)

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

2982 - Terrenus 2010 (Branco)



Região: Regional Alentejo
Castas: Arinto, Fernão Pires e Roupeiro
Produtor: Rui Reguinga, Lda
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 13%
Enólogo: Rui Reguinga
Notas de Prova: Cor amarela intensa com delicados reflexos dourados, no nariz sobressai a intensidade dos citrinos envolvidos em sugestivas notas fumadas e tostadas, num fundo mais mineral e frutado, na boca é um vinho gordo, profundo e cremoso, conta com um paladar algo austero e onde as notas citrinas e a sua forte mineralidade combinam agradavelmente com as notas especiadas e de barrica, o final de boca é relativamente prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Abril 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Setembro 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Janeiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Fevereiro 2012

Rótulo: Produzido a partir de pequenas vinhas localizadas na Serra de S. Mamede das castas Arinto, Fernão Pires e Roupeiro. Fermentou parcialmente em barricas de carvalho francês. O vinho apresenta um aroma frutado e muito rico, no paladar tem frescura mineral, boa estrutura e final longo. Rui Reguinga winemaker.

Etiquetas: , , , , , ,

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

2981 - Tariquet Tête de Cuvée Chardonnay 2007 (Branco)



Região: França
Castas: Chardonnay
Produtor: Château du Tariquet - P. Grassa Fille & Fils
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 12%
Enólogo: Yves Grassa
Notas de Prova: Cor dourada intensa e nariz rico em notas de fruta bem madura aliadas a delicadas notas de baunilha, num fundo marcado por alguns frutos secos e tosta, na boca é um vinho complexo, untuoso e relativamente gordo, conta com um paladar frutado, especiado e acima de tudo tostado, o final de boca tem um comprimento e uma persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Abril 2013

Rótulo: Un premier nez intense avec une sensation immédiate de raisins mûrs. En bouche, la maturité se retrouve pleinement puis la fraîcher prend le relais pour donner du rythme et évoluer sur une finale riche et élégante. Un vin surprenant… Produit en très petite quantité et uniquement quand le millésime le permet. Servir légèrement rafrîchi durant le repas sur poissons, viandes blanches, fromages…

Etiquetas: , , , , ,

domingo, 29 de dezembro de 2013

2980 - Casa Silva Gran Reserva Lolol Syrah 2009 (Tinto)



Região: Chile
Castas: Syrah
Produtor: Viña Casa Silva
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 14%
Enólogo: Mario Geisse
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi de tonalidade avermelhada, o nariz revela uma envolvência agradável de notas de fruta madura, alguma menta e diversas especiarias e compotas, com subtis nuances de barrica e um leve toque vegetal seco, na boca é um vinho fresco, com taninos polidos e um volume mediano, conta com um paladar frutado e especiado, formando um conjunto harmonioso e guloso, o final de boca tem um comprimento e uma persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Março 2013

Rótulo: Over 100 years ago, the 1st generation of the Silva family pioneered Colchagua Valley, the region today producing Chile's finest premium wines. Today, the 4th and 5th generations fully own and run the winery and its land, making it the most family run Estate in the country. The Family's emphasis on terroir and attention to detail has seen Casa Silva become one of the most award winning and prestigious wineries in Chile. Accolades among many others include: 'Best South American Producer' at the International Wine and Spirit Competition, London 2000. This Syrah is from the Lolol Estate in the Southwetern corner of Colchagua Valley and close to the Pacific Ocean. A unique climate influenced by the Humbolt Current, where day time temperatures often reach 40ºC but fall to 10ºC at night. This Syrah, planted on slopes of largely sandy soil, has deep ruby colour, excellent structure and complexity with very pure fruit.

Etiquetas: , , , , ,

Apresentação de alguns Vinhos do Produtor/Enólogo Rui Roboredo Madeira no Restaurante Petra Rio (Out/2013)


No passado dia 03/10/2013 no Restaurante Petra Rio em Lisboa, teve lugar a Apresentação de alguns vinhos do Produtor/Enólogo Rui Roboredo Madeira, que actualmente conta com Projectos nas regiões do Douro, Beira Interior e Vinhos Verdes.
Esta prova foi efectuada com a apresentação de 6 vinhos, 3 brancos e 3 tintos.


Prova comentada pelo Produtor/Enólogo Rui Roboredo Madeira.

Beyra 2012 (Branco)

Região: DOC Beiras
Castas:
Síria e Fonte Cal
Produtor: Beyra - Vinhos de Altitude, Lda
Álcool: 12%
Enólogo: Rui Roboredo Madeira
Nota de Prova: Cor pálida e nariz muito fresco, onde os aromas minerais se misturam com sugestivas nuances de toranja e ligeiros apontamentos citrinos, na boca é um vinho equilibrado, com uma bela acidez e um paladar dominado pela forte mineralidade e por um leve toque herbáceo e de fruta madura, o final de boca é algo seco e de comprimento curto/médio.
Classificação Pessoal: 15
Beyra Quartz 2012 (Branco)

Região: DOC Beiras
Castas:
Síria e Fonte Cal
Produtor: Beyra - Vinhos de Altitude, Lda
Álcool: 12%
Enólogo: Rui Roboredo Madeira
Nota de Prova: Cor amarelo pálido, levemente esverdeado, o nariz é dominado pelos aromas minerais e florais, num fundo algo herbáceo, na boca é um vinho muito fresco e com uma acidez que impressiona, revela um corpo com alguma estrutura e um paladar acima de tudo mineral, com a fruta algo discreta, o final de boca tem um comprimento e uma persistência de expressão mediana.
Classificação Pessoal: 15.5
Castello d'Alba Grande Reserva Vinhas Velhas 2011 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Tinta Amarela, Tinta Barroca, Tinta Francisca, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional, Sousão e Vinhas Velhas
Produtor: Rui Roboredo Madeira Vinhos S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: Rui Roboredo Madeira
Nota de Prova: Cor rubi intensa no centro e auréola violácea, no nariz sobressaem as notas florais e os frutos do bosque, misturados com algumas notas de tosta, na boca é um vinho com algum volume, taninos polidos e uma estrutura bem presente, no paladar é um vinho acima de tudo frutado, além de muito floral e delicadamente marcado por leve toque vegetal, termina com um comprimento e uma persistência acima da média.
Classificação Pessoal: 16
Atalaya 2011 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca e Vinhas Velhas
Produtor: Rui Roboredo Madeira Vinhos S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: Rui Roboredo Madeira
Nota de Prova: Apresenta uma cor densa e muito concentrada, o nariz revela uma elegância e uma vivacidade que entusiasmam, com as notas florais, os frutos negros maduros e a barrica a revelarem uma agradável envolvência com as diversas notas de especiarias, como o cravinho e alguma pimenta, na boca é um vinho harmonioso, ainda muito jovem mas já com uma elegância surpreendente, demonstrando uma bela complexidade e um corpo cheio, no paladar destaca-se a fruta preta, as notas minerais e ainda as sugestivas especiarias, além de atractivas e envolventes nuances de barrica, o final de boca é longo e muito persistente.
Classificação Pessoal: 17
Beyra Superior 2011 (Tinto)

Região: DOC Beiras
Castas:
Tinta Roriz, Touriga Nacional, Jaen e Alfrocheiro
Produtor: Beyra - Vinhos de Altitude, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Rui Roboredo Madeira
Nota de Prova: Cor intensa e nariz rico em fruta madura, aromas florais e notas tostadas e abaunilhadas, num fundo mais complexo e que faz lembrar algum vegetal seco, na boca é um vinho equilibrado, relativamente encorpado e harmonioso, demonstra um paladar dominado pela fruta bem madura e por algumas especiarias, com a barrica subtilmente a marcar o conjunto, termina de uma forma prolongada e persistente.
Classificação Pessoal: 16.5
Beyra 2011 (Branco)

Região: DOC Beiras
Castas:
Síria e Fonte Cal
Produtor: Beyra - Vinhos de Altitude, Lda
Álcool: 12%
Enólogo: Rui Roboredo Madeira
Nota de Prova: Cor amarela e nariz ligeiramente mais pesado, onde os aromas de fruta e citrinos bem maduros aparecem envolvidos com alguma mineralidade, na boca é um vinho correcto, com uma acidez mediana e um paladar mais citrino e mineral, o final de boca revela alguma secura e um comprimento e persistência de expressão mediana.
Classificação Pessoal: 14.5

Etiquetas:

sábado, 28 de dezembro de 2013

2979 - Coldstream Hills Chardonnay 2003 (Branco)



Região: Austrália
Castas: Chardonnay
Produtor: Coldstream Hills
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14%
Enólogo: Andrew Fleming e Greg Jarratt
Notas de Prova: Cor amarela dourada com leves apontamentos esverdeados, no nariz destacam-se as notas de barrica ligeiramente evoluídas, bem como uma delicada componente especiada e notas vegetais, alguns frutos tropicais e citrinos bem maduros e também delicados aromas de frutos secos, na boca é um vinho com alguma untuosidade, um corpo rico em termos de estrutura e uma acidez correcta, o paladar, além de subtis nuances amanteigadas, conta com um delicado toque de fruta tropical e um toque suavemente tostado, termina relativamente prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Março 2013

Rótulo: Coldstram Hills is a modern winery drawing upon 75 hectares of hillside vineyards throughout the Yarra Valley. The climate is ideal for chardonnay, a speciality of the winery. This chardonnay is fresh and delicate in its youth, with atractive citrus and white peach fruit characters with integrated toasty oak. This wine is now sealed with a screwcap to retain maximum fruit freshness. Winemaker: Andrew Fleming. "Amphitheatre 'D' Block" James Halliday (Autumn 2003).

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

2978 - Preffácio 2007 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Touriga Nacional
Produtor: Quinta do Pôpa, Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: Luís Pato
Notas de Prova: Cor rubi de média intensidade e nariz delicadamente frutado e algo vegetal, num conjunto fresco, na boca é um vinho correcto, fácil e com taninos bem redondos, conta com um paladar dominado pela fruta vermelha e o final de boca é curto.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Março 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15
• Data da Revista: Janeiro 2011

Rótulo: Produzido nas escarpadas encostas do Douro, de solo xistoso, proveniente de uma apurada e cuidadosa selecção das castas Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Touriga Nacional. Foi vinificado em lagares de granito com controlo de temperatura. Vinho cheio de juventude, aroma intenso e frutado. Trata-se de um Vinho de qualidade sujeito a criar depósito. Deve servir-se com cuidado a uma temperatura de 16º/18ºC.

Etiquetas: , , , , , , ,

2977 - Campolargo Bical 2010 (Branco)



Região: DOC Bairrada
Castas: Bical
Produtor: Carlos Campolargo Vinhos
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Carlos Campolargo e Raquel Carvalho
Notas de Prova: Cor amarela citrina e nariz agradavelmente marcado pela fruta madura acompanhada por subtis sugestões de tosta e algum fumo, na boca é um vinho com alguma estrutura, uma acidez média e um paladar rico em notas cítricas e de fruta madura, misturadas com um delicado toque vegetal e especiado, o final de boca é mediano.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Março 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Maio 2012

Rótulo: Vinho branco de uvas Bical vindimadas em 2010 fermentado em barrica produzido e engarrafado na quinta de são mateus anadia portugal por manuel campolargo.

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

2976 - Casa do Valle Homenagem Reserva 2010 (Tinto)



Região: Regional Vinhos Verdes
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Casa do Valle, Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Luís Duarte e José Ferrão
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi muito concentrada, quase opaca no centro e laivos com um delicada tonalidade violeta, no nariz evidenciam-se os aromas de frutos silvestres combinados com um ligeiro toque vegetal, num fundo mais especiado e dominado pela barrica, na boca é um vinho equilibrado, com um volume médio e uns taninos firmes e secos, conta com um paladar rico em fruta negra e delicadas notas vegetais, tudo muito bem integrado com a madeira, termina com um final de boca de comprimento e persistência médios/altos.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Julho 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Junho 2013

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Outubro 2012

Rótulo: Que melhor forma poderíamos encontrar para homenagear o nosso Pai e Avô, do que lançar em sua honra o Casa do Valle - Homenagem. Dele recebemos uma herança difícil, pois sempre se distingiu pelo trabalho, pela dedicação e paixão pelo vinho e por um dinamismo que manteve sempre durante a sua longa vida. A sua atitude e coragem perante a vida e a sociedade tem sido o exemplo que procuramos seguir com entusiasmo e dedicação. Os seus filhos e netos levantam o copo deste vinho em sua homenagem, dizendo - muito obrigado.

Etiquetas: , , , ,

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

2975 - Quinta de Cidrô Reserva Chardonnay 2011 (Branco)



Região: Regional Douro
Castas: Chardonnay
Produtor: Real Companhia Velha - Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro, S.A
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: Jerry Luper, Gabriela Canossa e Manuel Brites
Notas de Prova: Cor amarela pálida e nariz agradavelmente preenchido por aromas de fruta madura, notas de tosta e baunilha, num fundo mais citrino e mineral, na boca é um vinho fresco, equilibrado e com um delicado amanteigado a marcar o conjunto, conta com um paladar frutado, abaunilhado e citirno, terminando com um comprimento e uma persistência médios/altos.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Abril 2013

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16.5
• Data da Revista: Outubro 2013 / Dezembro 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Agosto 2013

Rótulo: Fermented in oak barrels and aged on the lees for six months.

Etiquetas: , , , , ,

Prova de Vinhos Chanson Père & Fils no Club Gourmet do El Corte Inglés (Set/2013)


No passado dia 06/09/2013 no Clube Gourmet do El Corte Inglés em Lisboa, teve lugar a Apresentação de alguns vinhos do produtor francês Chanson Père & Fils, representados em Portugal, em regime de exclusividade, pela Direct Wine, Lda.

Esta prova foi efectuada com a apresentação de 5 vinhos brancos e comentada por Raul Riba d’Ave.


Chanson Chablis Montmains Premier Cru 2011 (Branco)

Região: França
Castas:
Chardonnay
Produtor: Chanson Père & Fils
Álcool: 12.5%
Enólogo: Jean-Pierre Confuron
Nota de Prova: Cor citrina e nariz muito fresco e atractivo, onde as notas minerais se misturam com delicadas sugestões cítricas e florais, na boca é um vinho equilibrado, com uma acidez muito interessante e um paladar dominado pelas notas minerais e limonadas, envolvidas com alguma fruta, muito fresca, o final de boca é relativamente persistente.
Classificação Pessoal: 16
Chanson Puligny-Montrachet Hameau Blagny Premier Cru 2008 (Branco)

Região: França
Castas:
Chardonnay
Produtor: Chanson Père & Fils
Álcool: 13.5%
Enólogo: Jean-Pierre Confuron
Nota de Prova: Apresenta uma cor brilhante de tonalidade amarela, o nariz revela uma mineralidade surpreendente, quer pela sua frescura, quer pela sua vivacidade, formando um conjunto harmonioso com um subtil toque de madeira e delicadas nuances de citrinos, na boca é um vinho estruturado, envolvente e rico em termos de acidez, conta com um paladar volumoso, cheio de notas citrinas e minerais, terminando com um final prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Chanson Puligny-Montrachet 2011 (Branco)

Região: França
Castas:
Chardonnay
Produtor: Chanson Père & Fils
Álcool: 13%
Enólogo: Jean-Pierre Confuron
Nota de Prova: Cor amarelo citrino e nariz agradavelmente preenchido por aromas florais e notas minerais, num fundo mais limonado e frutado, na boca é um vinho intenso, volumoso e untuoso, revela um paladar harmonioso, onde a madeira aparece muito bem integrada com a fruta, com uma típica mineraliadade e ainda um delicado toque vegetal, o final de boca é longo.
Classificação Pessoal: 16.5
Chanson Puligny-Montrachet Champs Gains Premier Cru 2008 (Branco)

Região: França
Castas:
Chardonnay
Produtor: Chanson Père & Fils
Álcool: 13%
Enólogo: Jean-Pierre Confuron
Nota de Prova: Apresenta uma cor amarela com alguma intensidade e um nariz muito elegante mas ainda muito jovem, onde as notas minerais e amanteigadas se misturam com um ligeiro toque floral e frutado, na boca é um vinho cremoso e aveludado, cheio e muito fino, revela um paladar acima de tudo mineral, além de contar com sugestivas notas abaunilhadas e citrinas, o final de boca é prolongado e de enorme persistência.
Classificação Pessoal: 17
Chanson Puligny-Montrachet Champs Gains 1er Cru 2004 (Branco)Chanson Puligny-Montrachet Champs Gains Premier Cru 2004 (Branco)

Região: França
Castas:
Chardonnay
Produtor: Chanson Père & Fils
Álcool: 13%
Enólogo: Jean-Pierre Confuron
Nota de Prova: Cor amarela com evidentes apontamentos dourados, no nariz destacam-se os aromas de fruta madura aliados a delicadas notas citrinas e florais, num fundo mais mineral e subtilmente tostado, na boca é um vinho harmonioso, muito elegante e com uma excelente acidez, conta com um paladar rico em termos minerais e de fruta madura, além de atractivas notas de especiarias, formando um conjunto cremoso e untuoso, além de muito volumoso e que termina de uma forma muito prolongada e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5

Etiquetas:

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

2974 - Cedro do Noval 2008 (Tinto)



Região: Regional Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Syrah
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 14%
Enólogo: António Agrellos
Notas de Prova: Cor rubi intensa e nariz algo complexo, com os aromas de frutos silvestres e delicadas notas florais, a aparecerem muito bem envolvidos por sugestões vegetais e de barrica, bem como um leve toque fumado e uma certa mineralidade, na boca é um vinho agradável, com taninos macios e um volume médio/alto, revela um paladar bem preenchido pela fruta preta e por sugestivas notas de barrica, terminando com um final de boca relativamente prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Janeiro 2015

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Novembro 2011

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2011

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , , ,

2973 - Quinta dos Carvalhais Colheita Seleccionada 2009 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Encruzado e Verdelho
Produtor: Sogrape Vinhos de Portugal, SA
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: Manuel Vieira
Notas de Prova: Cor pálida e citrina, ligeiramente diferente do habitual, conta com um nariz cheio de aromas cítricos e minerais, muito bem apoiados por delicadas notas fumadas e tostadas e ainda uma leve sensação de fruta madura, na boca é um vinho muito equilibrado, com uma acidez atractiva e um paladar dominado pelas notas de fruta, os citrinos e um ligeiro especiado, o final de boca é relativamente prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Dezembro 2014

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Julho 2014

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Março 2014

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Abril 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Novembro 2016

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Outubro 2016

Rótulo: Colheita Seleccionada é mais uma das especialidades exclusivas da Quinta dos Carvalhais. Com uma cor dourada, revela aromas a frutos tropicais frescos, casca de laranja e especiarias (cravinho). Apresenta ainda uma componente amanteigada, fruto do estágio de mais de dois anos em barricas de carvalho, o que lhe confere também grande complexidade e uma capacidade de envelhecimento ímpar. Um vinho que recupera o conceito antigo do Dão de engarrafar brancos tardiamente, o que o torna original e único. Deve ser servido à temperatura de 10-13ºC em copos largos de vinho branco.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

2972 - Beyra Quartz 2011 (Tinto)



Região: DOC Beiras
Castas: Aragonez e Touriga Nacional
Produtor: Beyra - Vinhos de Altitude, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Rui Roboredo Madeira
Notas de Prova: Cor rubi de média concentração e nariz muito fresco, onde as notas florais e a fruta vermelha estão dominadoras, na boca é um vinho equilibrado e suave, com taninos redondos e uma estrutura mediana, o paladar revela fruta e uma certa mineralidade terminando com um final de boca de comprimento curto/médio.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Março 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15
• Data da Revista: Julho 2013

Rótulo: A alma deste vinho está na combinação única entre uvas das castas Aragonez e Touriga Nacional, de vinhas plantadas em solos graníticos e xistosos com filões de quartzo na bacia hidrográfica do rio Douro, em pleno Parque Natural do Douro Internacional a uma altitude de 700 mt. Este "terroir" dá-lhe um carácter cítrico e mineral, com frutos silvestres e especiarias, em harmonia com notas florais muito frescas, num conjunto muito elegante e persistente. Enologia: Rui Roboredo Madeira.

Etiquetas: , , , , ,

domingo, 22 de dezembro de 2013

2971 - Tapada de Coelheiros Chardonnay 2010 (Branco)



Região: Regional Alentejo
Castas: Chardonnay
Produtor: Sociedade Agrícola da Herdade dos Coelheiros, S.A.
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 14.5%
Enólogo: António Saramago
Notas de Prova: Cor amarela dourada e nariz agradavelmente preenchido por notas de fruta madura, delicados fumados e ainda breves apontamentos tostados e de frutos secos, na boca é um vinho unutoso, cremoso e com uma bela estrutura, revela um paladar amanteigado e frutado, com um delicado toque abaunilhado e especiado, o final de boca é prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Março 2013

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Junho 2012 / Julho 2012

Classificação Revista Escanção: ........................90*
• Data da Prova: Março 2012 / Abril 2012
* Classificação de 0-100


Rótulo: Factor de comunhão entre a humanidade, apreciar um bom vinho é sempre uma manifestação de cultura. Elaborado a partir da casta Chardonnay, este vinho branco foi fermentado em pipas de carvalho francês novo. De cor amarelo citrino, aroma a mel e frutos secos com notas de frutos tropicais, revela-se volumoso, fresco e redondo, com um final persistente e equilibrado.

Etiquetas: , , , , ,

Casa da Passarela - #daowinelover - White Day no Restaurante Claro! (Abr/2013)


No passado dia 20/04/2013, fui convidado a marcar presença no Evento #daowinelover - white Day, que decorreu no Restaurante Claro! em Paço de Arcos, situado no Hotel Solar das Palmeiras.

Esta prova de vinhos foi organizada pelos Bloggers Miguel Pereira (Blog Pingamor) e Rui Miguel (Blog Pingas no Copo) e contou com a presença de 10 Produtores do Dão:
- Álvaro Castro
- Dão Sul - Sociedade Vitinícola, SA
- José Joaquim da Silva Perdigão
- Magnum - Carlos Lucas, Vinhos Lda
- O Abrigo da Passarela, Lda
- Quinta do Sobral - Eng. Com. Vinhos, Lda
- Quinta dos Roques - Vitivinicultura e Agropecuária, Lda
- Sociedade Agrícola Boas Quintas, Lda
- Sociedade Agro Pecuária da Quinta de Darei, Lda
- Sogrape Vinhos de Portugal, SA.


De seguida apresento os vinhos e respectivas notas de prova, do Produtor O Abrigo da Passarela, Lda.

Casa da Passarela A Descoberta 2012 (Branco)

Região: DOC Dão
Castas:
Malvasia-Fina, Verdelho e Encruzado
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Paulo Nunes
Nota de Prova: Cor amarela cítrica e nariz agradavelmente rico em aromas minerais e vegetais, com um leve e fresco toque cítrico, na boca é um vinho equilibrado, com uma acidez correcta e um paladar acima de tudo vegetal e mineral, num fundo ligeiramente frutado, o final de boca tem um comprimento curto/médio.
Classificação Pessoal: 15
Casa da Passarela O Cenólogo Encruzado 2012 (Branco)

Região: DOC Dão
Castas:
Encruzado
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Paulo Nunes
Nota de Prova: Apresenta uma cor pálida e um nariz muito aromático, onde dominam as notas vegetais muito bem envolvidas com uma certa mineralidade e ainda alguma fruta tropical, na boca é um vinho fino, muito mineral e com uma acidez bem interessante, revela um paladar frutado, ligeiramente cítrico e mineral, terminando com um final de boca de comprimento e persistência ligeiramente acima da média.
Classificação Pessoal: 16
Casa da Passarela Encruzado 2011 (Branco)

Região: DOC Dão
Castas:
Encruzado
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Nunes
Nota de Prova: De cor delicada e nariz rico em aromas minerais e notas florais, secundadas por delicadas sugestões de fruta tropical e um ligeiro citrino, na boca é um vinho muito fresco, cremoso e guloso, além de elegante e seco, revela um paladar dominado pelos citrinos e pela sua forte mineralidade, termina com um final de boca prolongado.
Classificação Pessoal: 16.5
Villa Oliveira 2011 (Branco)

Região: DOC Dão
Castas:
Encruzado
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Paulo Nunes
Nota de Prova: Cor citrina pálida com delicados apontamentos esverdeados, o nariz revela delicados aromas minerais e florais, num fundo mais tostado, fumado e até especiado, na boca é um vinho estruturado, com uma boa acidez e um paladar muito mineral, além de contar com elegantes e subtis apontamentos de fruta madura, um delicado tostado e barrica muito elegante, o final de boca é prolongado.
Classificação Pessoal: 16.5
Casa da Passarella O Fugitivo Colheita Tardia 2012 (Branco)

Região: DOC Dão
Castas:
Encruzado, Malvasia Fina e Verdelho
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Álcool: 12.5%
Enólogo: Paulo Nunes
Nota de Prova: Cor citrina e nariz muito floral, onde a fruta tropical e as notas meladas estão bem presentes, na boca conta com uma doçura interessante e agradavelmente equilibrada com alguma acidez, no paladar destaca-se a fruta madura aliada a delicadas notas cítricas e também um ligeiro melado, o final de boca é fresco e tem um comprimento mediano.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas:

sábado, 21 de dezembro de 2013

2970 - Crasto 2011 (Branco)



Região: DOC Douro
Castas: Gouveio, Roupeiro e Rabigato
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 12%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Notas de Prova: Cor citrina pálida e nariz agradavelmente preenchido por notas florais e mineralais envolvidas em suaves sugestões de citrinos, na boca é um vinho equilibrado e fresco, onde revela um paladar frutado e ligeiramente mineral, o final de boca tem um comprimento e uma persistência de expressão mediana.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Julho 2013

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Setembro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Agosto 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............14
• Data da Revista: Agosto 2012

Rótulo: Produzido por um dos mais conceituados produtores do Douro. Castas: Gouveio, Roupeiro, Rabigato. Estilo: Moderno, com grande frescura e expressão aromática.

Etiquetas: , , , , , ,

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

2969 - Quinta da Foz 2008 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz
Produtor: Vinango - Investimentos e Participações, S.A.
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Rui Cunha
Notas de Prova: Cor rubi intensa e nariz elegante, onde os aromas de frutos do bosque aparecem envolvidos com notas vegetais, fruta preta e um ligeiro floral, além de delicadas nuances de especiarias e um subtil toque fumado e achocolatado, na boca é um vinho muito equilibrado, com bom volume e uma complexidade bem agradável, no paladar sobressai a sua frescura e a fruta vermelha madura, bem como a barrica de boa qualidade e diversas notas de especiarias e minerais, o final de boca é longo.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Fevereiro 2014

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Dezembro 2013

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Março 2013

Rótulo: De uma das mais emblemáticas Quintas do Douro, este vinho foi produzido com o conjunto de vinhas da Quinta da Foz onde sobressaem Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, com pisa a pé em lagares de granito e estágio de 18 meses em barricas de carvalho francês. Sugestão: Decantação prévia ao consumo.

Etiquetas: , , , , , ,

2968 - Quinta da Bica 2011 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Encruzado e Verdelho
Produtor: Quinta da Bica Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Vines & Wines
Notas de Prova: Cor amarela límpida com delicados apontamentos esverdeados, o nariz mostra-se muito cítrico inicialmente, revelando uma grande frescura de aromas, onde as notas minerais e a fruta madura se envolvem agradavelmente, na boca é um vinho com uma interessante acidez, um paladar rico em notas limonadas e alguma fruta madura e novamente uma evidente mineralidade, o final de boca tem um comprimento médio e uma ligeira mas agradável secura.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Março 2013

Rótulo: A Quinta da Bica está na nossa família desde o séc XVII e desde então, se produz vinho aqui. A qualidade e singularidade dos vinhos da Quinta, desde sempre reconhecidas, constituíram um forte estímulo para a criação da Região Demarcada do Dão em 1908, em que teve um papel activo João Sacadura Botte, nosso trisavô. Castas: Encruzado e Verdelho.

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

2967 - Labrador Syrah 2010 (Tinto)



Região: Regional Douro
Castas: Syrah
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 13.5%
Enólogo: António Agrellos
Notas de Prova: Cor rubi de tonalidade avermelhada, o nariz revela aromas de fruta vermelha madura aliados a um delicado e fresco toque floral e suaves notas de especiarias, na boca é um vinho correcto, de volume mediano e taninos redondos, conta com um paladar frutado e ligeiramente especiado, terminando com um final de boca de comprimento e persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Março 2013

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

2966 - Quinta da Bica Reserva 2005 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional, Alfrocheiro, Tinta Roriz e Jaen
Produtor: Quinta da Bica Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Vines & Wines
Notas de Prova: Não foi possível a Prova devido ao efeito TCA (cheiro a rolha).




Classificação Pessoal: ......................................0
• Data da Prova: Novembro 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Junho 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Março 2010

Rótulo: A Quinta da Bica situa-se na Região do Dão em Santa Comba de Seia, Vila Nova de Tazem e permanece há sete gerações à família Sacadura Botte. A casa com o mesmo nome, é um importante solar seiscentista cuja traça remonta ao princípio do séc. XVII e que foi um convento entre 1550 e 1650. Este vinho foi criteriosamente vinificado a partir das castas Touriga-Nacional, Alfrocheiro, Tinta-Roriz e Jaen, através de uma fermentação controlada e maceração prolongada. Estagiou 50% em meias barricas de carvalho francês durante 9 meses e após o qual se procedeu ao engarrafamento depois de uma suave filtração.

Etiquetas: , , , , , , ,

Lançamento do vinho Escondido 2010 de Aníbal Coutinho no Restaurante O Jacinto (Set/2013)


No passado dia 27/09/2013 fui convidado por Aníbal Coutinho para um almoço, no Restaurante O Jacinto em Lisboa, de lançamento do seu novo vinho Escondido 2010.

Austronauta Riesling 2012 (Branco)

Região: Alemanha
Castas: Riesling
Produtor: Aníbal Coutinho
Álcool: 13%
Enólogo: Anibal Coutinho
Nota de Prova: Cor amarela e nariz dominado pelas notas de citrinos e fruta tropical madura, além de um ligeiro toque floral e mineral, na boca é um vinho equilibrado, de estrutura média e algo seco, conta com um paladar frutado e termina com um comprimento e persistência de expressão mediana.
Classificação Pessoal: 15
Escondido 2010 [Magnum] (Tinto)

Região: Regional Lisboa
Castas: Merlot, Touriga Nacional e Syrah
Produtor: Aníbal Coutinho
Álcool: 13%
Enólogo: Aníbal Coutinho
Nota de Prova: Cor rubi de média intensidade no centro e uma fina auréola de tonalidade violácea, no nariz sobressai a sua componente vegetal e floral, muito bem envolvida com as notas de barrica, com evidentes nuances apimentadas e um ligeiro toque balsâmico, na boca é um vinho elegante, com um bom volume e um paladar harmonioso, muito frutado, especiado e ligeiramente tostado, termina com um comprimento médio/longo e uma bela persistência.
Classificação Pessoal: 16.5

Etiquetas:

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

2965 - Blog 2010 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Nacional, Syrah, Alicante Bouschet e outras
Produtor: Tiago Mateus Cabaço e Cabaço
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Tiago Cabaço
Notas de Prova: ainda está na Garrafeira






Classificação Pessoal: ......................................-


Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Março 2013

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............18
• Data da Revista: Janeiro 2013 / Fevereiro 2013

Rótulo: Da junção das nossas melhores castas, Alicante Bouschet, Touriga Nacional e outras, oriundas de duas parcelas com produções baixíssimas, nasceu este blog 2010 que estagiou durante um ano em barricas novas e usadas de carvalho francês. Fruto de uma intervenção minimalista na adega, o blog 2010 representa a expressão mais purado nosso terroir

Etiquetas: , , , , , , ,

2964 - Curva 2006 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz
Produtor: Sogevinus Fine Wines, S.A.
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Francisco Gonçalves
Notas de Prova: Cor rubi de média intensidade no centro e auréola de tonalidade granada, o nariz revela delicadas notas de fruta vermelha misturadas com um leve toque de couro e algumas especiarias, na boca é um vinho delicado, com uma evolução muito ligeira e uns taninos bem redondos, conta com um paladar com um estrutura relativa e onde a fruta e novamente o couro, dominam claramente o conjunto, o final de boca é mediano.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Março 2013

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Julho 2008

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

2963 - Cortes de Cima Touriga Nacional 2008 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa e concentrada no centro, com uma auréola de tonalidade granada, no nariz destacam-se delicados aromas florais, de especiarias e suaves notas de barrica, num fundo mais mineral, na boca é um vinho denso, encorpado e com um bom volume, revela uns taninos bem presentes e um paladar cheio de fruta preta e notas de pimenta, entre outras especiarias, o final de boca tem um comprimento médio/longo.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Abril 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Janeiro 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Março 2013

Rótulo: Cortes de Cima é uma propriedade de família, na localidade da Vidigueira. As uvas que deram origem a este vinho crescem nas nossas vinhas, que obedecem a um programa de viticultura sustentada. Foi produzido exclusivamente com uvas maduras da casta Touriga Nacional (100%), seleccionadas à mão, e envelhecido durante 14 meses em barricas de carvalho francês. Aromas florais com sugestões de mirtilos, ameixas e madeira tostada. É sedoso e macio no paladar, com fruta sumarenta. O agradável equilíbrio com taninos maduros e firmes, conferem ao vinho estrutura e comprimento. Pode ser consumido desde já, mas tem um bom potencial de envelhecimento de 5 anos em garrafa.

Etiquetas: , , , , ,

2962 - Quinta de Saes Reserva Estágio Prolongado 2008 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Vinhas Velhas, Touriga Nacional e Tinta Roriz
Produtor: Álvaro Castro
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Álvaro Castro
Notas de Prova: Cor rubi de leve tonalidade granada, o nariz revela aromas florais combinados com sugestivas notas de fruta vermelha e do bosque, bem como subtis apontamentos especiados e tostados, na boca é um vinho equilibrado, de volume médio e estrutura interessante, conta com paladar muito frutado, com as especiarias e a barrica a secundarem agradalvemente o conjunto, termina com um final de boca de comprimento ligeiramente acima da média.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Dezembro 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Novembro 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Março 2011

Rótulo: Este Quinta de Saes Reserva, é proveniente de uma vinha única muito velha, com vindima manual feita com cuidados extremos e executada por várias passagens. A elegância e equilíbrio são as suas características.

Etiquetas: , , , , , ,

domingo, 15 de dezembro de 2013

2961 - Esporão 4 Castas 2011 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonez, Syrah, Alicante Bouschet e Petit Verdot
Produtor: Esporão S.A.
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14.5%
Enólogo: David Baverstock e Luís Patrão
Notas de Prova: Cor rubi intensa e nariz rico em fruta vermelha madura e delicadas notas vegetais e de especiarias, na boca é um vinho delicado e elegante, com uns taninos redondos e uma estrutura mediana, no paladar destaca-se a fruta preta e as notas de barrica e um leve tostado, o final de boca tem um comprimento médio/longo.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Abril 2013

Rótulo: Em 2011, o Verão ameno, com noites frescas e uma maior amplitude térmica diurna, promoveu o amadurecimento lento das uvas. Para este vinho de lote, vinificámos em separado 4 das melhores castas da colheita deste ano. O Aragonez contribui com aromas de frutos vermelhos, o Syrah confere corpo e textura, o Alicante Bouschet dá a estrutura a este vinho e o Petit Verdot introduz elegância e equilíbrio ao conjunto. Aragonez: Vinha: Canto do Zé Cruz. Vindima: 18 de Agosto. Vinificação: Depósito de inox. Estágio: 6 meses em carvalho francês. Petit Verdot: Vinha: Vinha das Andorinhas. Vindima: 7 de Setembro. Vinificação: Depósito de inox. Estágio: 6 meses em carvalho francês. Syrah: Vinha: Vinha do Telheiro. Vindima: 19 de Agosto. Vinificação: Cubas roto-fermentativas. Estágio: 6 meses em carvalho americano.

Etiquetas: , , , , , , ,

Prova do Vinho tinto Hexagon 2008 (Set/2013)


No passado dia 16/09/2013, realizei uma Prova do vinho tinto Hexagon 2008 do produtor José Maria da Fonseca Vinhos, S.A. da região de Península de Setúbal.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao produtor José Maria da Fonseca Vinhos, S.A. pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Hexagon 2008 (Tinto)

Região: Regional Península de Setúbal
Castas:
Touriga Nacional, Touriga Franca, Syrah, Trincadeira, Tinto Cão e Tannat
Produtor: José Maria da Fonseca Vinhos, S.A.
Álcool: 13.5%
Enólogo: Domingos Soares Franco
Nota de Prova: Apresenta uma cor granada densa e profunda, com o nariz a revelar fortes aromas de fruta preta, envolvida com delicadas notas de chocolate, especiarias e até café, num fundo mais tostado e algo vegetal, na boca é um vinho ainda muito jovem, apesar de ser já notória toda a sua elegância e complexidade, é volumoso e encorpado e conta com um paladar cheio de fruta preta, sugestões de barrica e ainda um leve toque vegetal, termina de uma forma prolongada e bem persistente.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas:

sábado, 14 de dezembro de 2013

2960 - Casa da Passarela Encruzado 2011 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Encruzado
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Nunes
Notas de Prova: Cor citrina pálida e nariz dominado pelas notas minerais, misturadas com perfumadas nuances citrinas e florais, na boca é um vinho distinto, sóbrio mas ao mesmo tempo fresco e até cremoso, que é capaz de surpreender, quer pela dose de fruta madura apresentada, quer pela frescura das diversas notas cítricas e minerais que enchem o paladar, termina com um comprimento e uma persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Abril 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Agosto 2012

Rótulo: A Casa da Passarela nasceu no séc. XIX, desde então, e ao longo de gerações são produzidos aqui os mais afamados vinhos do Dão. Localizada no sopé da Serra da Estrela é constituída por sete vinhas de onde nascem vinhos de carácter singular, que personificam o "terroir" único de cada vinha. Este vinho é elaborado da casta Encruzado, ao longo de décadas a casta serve de base aos grandes vinhos do Dão, transmitindo um carácter único e uma longevidade ímpar presente nos grandes vinhos brancos do Dão, é hoje reconhecida de uma forma consensual e inequívoca como uma das castas rainhas dos vinhos brancos a nível mundial e é no Dão que ela atinge toda a sua elegância e equilíbrio.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

2959 - Quinta das Maias Malvasia Fina 2011 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Malvasia Fina
Produtor: Quinta dos Roques - Vitivinicultura e Agropecuária, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Rui Reguinga
Notas de Prova: Cor amarelo pálido e nariz dominado pelas notas minerais, fruta madura e um leve toque vegetal, na boca é um vinho muito equilibrado, algo estruturado e com uma acidez discreta, no paladar é um vinho sério, com uma agradável dose de fruta madura e uma mineralidade atractiva, o final de boca é persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Março 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Setembro 2012

Rótulo: A Malvasia-Fina é uma casta com grande equilíbrio de açúcar e ácidos, quando amadurece bem, como foi o caso nesta colheita. Com fermentação parcial em barricas de carvalho francês, este vinho branco apresenta aroma intenso, grande frescura, boa estrutura e bom potencial de envelhecimento. Beba-o desde já a uma temperatura de 12º C ou guarde-o durante 5 anos, para ganhar complexidade e elegância.

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

2958 - Cortes de Cima Touriga Nacional 2007 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Notas de Prova: Cor granada carregada e um nariz dominado pelas notas de fruta negra madura e um floral intenso, aromas esses muito bem envolvidos com as notas de barrica e um delicado toque de couro, na boca é um vinho encorpado, estruturado e com taninos redondos e até cremosos, revela um paladar muito frutado, floral e levemente achocolatado, o final de boca é prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Março 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Fevereiro 2017

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Março 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.3
• Data da Revista: Novembro 2011 / Dezembro 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Setembro 2011

Rótulo: Cortes de Cima é uma propriedade de família, na localidade da Vidigueira. As uvas que deram origem a este vinho crescem nas nossas vinhas, que obedecem a um programa de viticultura sustentada. Foi elaborado exclusivamente a partir de uma escolha apurada de uvas da casta Touriga Nacional (100%), apanhadas à mão nas nossas vinhas, e envelhecido durante 8 meses em barricas de carvalho francês. Exibe fragâncias intensas a violetas, amoras e mirtilos maduros. Na boca apresenta uma magnífica intensidade de fruta e algumas notas de couro a acrescentar complexidade. Bem estruturado, com taninos firmes e um excelente equilíbrio. Fechado com rolha de cortiça 100% natural.

Etiquetas: , , , , ,