• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







free counters


Todos os Vinhos Provados pelo Blog Os Vinhos
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos

quarta-feira, 1 de Agosto de 2012

Apresentação dos Novos Vinhos de João Portugal Ramos - Parte II (Mai/2012)


No passado dia 26/05/2012 fui convidado por João Portugal Ramos para visitar a sua Adega em Estremoz e conhecer algumas das novas colheitas dos vinhos alentejanos que pertencem ao seu portfólio.

Na 2ª parte deste Evento, durante o almoço, foram degustados 5 vinhos, 2 brancos, 2 tintos e 1 porto.


Vila Santa 2008 (Branco)Vila Santa 2008 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz, Arinto e Verdelho
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Álcool: 13.5%
Enólogo: João Portugal Ramos
Nota de Prova: Cor dourada e nariz delicadamente amanteigado, ligeiramente apetrolado e fumado, num fundo mais citrino maduro e ligeiramente frutado, na boca revela um volume muito interessante, uma acidez agradável e um paladar rico em notas amanteigadas, fruta madura e um leve toque de frutos secos, terminando de uma forma relativamente prolongada e persistente.
Classificação Pessoal: 16.5
Vila Santa Reserva 2009 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz, Arinto e Verdelho
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Álcool: 13.5%
Enólogo: João Portugal Ramos
Nota de Prova: Apresenta uma cor amarela intensa com delicados reflexos dourados, o nariz revela uma agradável fineza de aromas, desde a fruta madura e um leve toque abaunilhado, até breves nuances vegetais e de frutos secos, na boca é um vinho de corpo médio, estrutura interessante e um paladar bem preenchido por notas abaunilhadas e fruta bem madura, o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma persistência mediana.
Classificação Pessoal: 16
132 - Marquês de Borba Reserva 2000 (Tinto)Marquês de Borba Reserva 2000 [Double Magnum] (Tinto)

Região: DOC Alentejo
Castas: Trincadeira, Aragonês, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Álcool: 14%
Enólogo: João Portugal Ramos
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz bem preenchido por delicadas notas de couro, um leve toque de azeitona e ainda breves apontamentos de fruta preta, num fundo mais mineral e que faz lembrar madeira velha, na boca é um vinho sedoso, com bom volume e uma acidez interessante, apesar de ser notória uma ligeira evolução, é visível uma bela suavidade e envolvência de sabores, entre a fruta e a madeira, o final de boca conta com um comprimento médio/longo e uma persistência interessante.
Classificação Pessoal: 16.5
Marquês de Borba Reserva 1997 (Tinto)

Região: DOC Alentejo
Castas: Trincadeira, Aragonês, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Álcool: 14%
Enólogo: João Portugal Ramos
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz muito elegante, onde as notas de couro se misturam com delicadas especiarias, alguma madeira velha e ainda um leve toque vegetal seco, que confere uma agradável complexidade ao conjunto, na boca revela-se um vinho com uma textura sedosa, um volume médio mas ao mesmo tempo muito harmonioso e estruturado, o paladar, além de aveludado, conta com uns finos taninos e uma boa dose de fruta preta e delicadas especiarias, muito bem amparadas por alguma barrica, o final de boca é relativamente prolongado e conta com uma persistência expressiva.
Classificação Pessoal: 17
1630 - Marquês de Borba Reserva 1997 (Tinto)
Duorum Vinha de Castelo Melhor Vintage 2009 (Porto)

Região: Douro
Castas: Vinhas Velhas, Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Sousão
Produtor: Duorum Vinhos, SA
Álcool: 20%
Enólogo: José Maria Soares Franco
Nota de Prova: Apresenta uma cor vermelha bem carregada, quase opaca no centro e com uns brilhantes laivos de tonalidade violeta, no nariz são evidentes os aromas de frutos pretos maduros, nomeadamente amoras e ameixas, combinados com delicadas sugestões resinosas, especiadas e também uma certa mineralidade, na boca é um vinho estruturado, encorpado e ainda muito jovem, actualmente revela uns taninos firmes e um paladar muito frutado e delicadamente especiado e achocolatado, terminando algo seco e com um comprimento prolongado e uma persistência imensa.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas: