• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







free counters


Todos os Vinhos Provados pelo Blog Os Vinhos
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Prova Vertical do Vinho Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas (Mar/2012)


No passado dia 27/03/2012, realizei com um grupo de amigos, no restaurante Prova dos 9, em Lisboa, uma Prova Vertical do Vinho Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas, um dos vinhos mais emblemáticos do produtor Quinta do Crasto do Douro.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 5 diferentes colheitas, iniciando em 1999 e terminando em 2009.


500 - Quinta do Crasto Reserva 1999 (Tinto)Quinta do Crasto Reserva 1999 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14%
Enólogo: David Baverstock
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz rico em notas de fruta vermelha misturadas com algum couro, um certo terroso e ainda um ligeiro toque de pimenta, entre outras especiarias, na boca é um vinho intenso e cativante, que é capaz de revelar uma agradável concentração e uma boa acidez, além de uma interessante estrutura e uns taninos já polidos, no paladar o destaque vai para a fruta madura, as especiarias e ainda um ligeiro toque terroso, o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma bela persistência.
Classificação Pessoal: 17
Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2000 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14%
Enólogo: Dominic Morris e Susana Esteban
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi de média concentração, o nariz revela notas de fruta preta, café e um ligeiro cacau, apoiados em finas especiarias e num leve toque de madeira que é capaz de conferir uma bela complexidade ao conjunto, na boca é um vinho denso, estruturado e encorpado, com taninos firmes e um paladar muito frutado, especiado e elegante, o final de boca é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
499 - Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2000 (Tinto)
560 - Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2002 (Tinto)
Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2002 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 13.5%
Enólogo: Dominic Morris e Susana Esteban
Nota de Prova: Cor granada carregada e muito concentrada, o nariz revela elegantes aromas florais, diversas especiarias, fruta vermelha madura e breves apontamentos minerais, tudo muito equilibrado e revelador de fineza, na boca é um vinho poderoso, vibrante e muito volumoso, surpreendendo pela sua frescura e juventude, o paladar está dominado pela fruta preta e por finas especiarias que em conjunto com delicadas notas de barrica, café e um certo cacau, formam um conjunto fino e sedutor, o final de boca é prolongado e bem persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14.5%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Cor rubi intensa no centro e delicados laivos de tonalidade violeta, o nariz revela perfumadas notas florais aliadas a frescos frutos silvestres, bem envolvidos em notas tostadas e especiadas, num fundo mais achocolatado e mineral, na boca apresenta um volume interessante, uma agradável estrutura e uma complexidade bem presente, conta com uns taninos sólidos e um paladar rico em fruta madura, algumas especiarias, baunilha e ainda delicadas notas de barrica, o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma bela persistência.
Classificação Pessoal: 17
1380 - Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2007 (Tinto)
2196 - Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2009 (Tinto)Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2009 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14.5%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Cor rubi intensa no centro e auréola de forte tonalidade violeta, o nariz revela frescos aromas de notas florais acompanhados pelos frutos silvestres e por delicadas notas de chocolate, num fundo mais tostado e especiado, onde a barrica de grande qualidade confere ao conjunto uma fineza ímpar, na boca é um vinho volumoso, encorpado e muito elegante, é revelador de uns taninos firmes, fruto da sua juventude, e de um paladar rico e complexo, que além da fruta preta, apresenta ainda finas especiarias, delicadas sugestões de resinosas e também um subtil toque de madeira, o final de boca é longo e muito persistente.
Classificação Pessoal: 18

Etiquetas: